CURSO – Introdução à Terapia Interpessoal

TIP – TERAPIA INTERPESSOAL


Curso totalmente online pela plataforma EaD do Prove, de fácil manuseio. Este curso tem 6 semanas de duração. Mas, há uma tolerância para terminá-lo em até 8 semanas. O aluno interessado pode iniciar o curso no dia que lhe for mais adequado (a partir da estréia em 4 de setembro 2016) e acessá-lo a qualquer hora. O conteúdo, por módulo, está disponibilizado em texto, vídeo que também contém simulações, além de rica bibliografia complementar. Para conhecer mais detalhes, navegue em cada índice abaixo. E ao decidir fazer esta formação teórica em TIP – Terapia Interpessoal no tratamento dos Transtornos Depressivos, inscreva-se (há várias formas de pagamento), e aproveite a excelência da equipe profissional do Prove/Unifesp. Em caso de dúvidas, basta nos contatar. Estamos à disposição! Bem-vindo!

A terapia interpessoal (TIP) é uma psicoterapia manualizada, tem duração limitada, e foi desenvolvida por Gerald L. Klerman e sua esposa Myrna M. Weissman nos anos 70 para tratar pacientes com quadros depressivos em ambulatório. Sua estratégia ajuda o paciente a compreender as ligações entre os estressores ambientais e o início do transtorno de humor e explorar opções práticas para atingir os objetivos desejados. A TIP tem sucesso impressionante em pesquisas para a depressão aguda, prevenção da depressão recorrente e outras condições do eixo I, como a bulimia. Este curso apresenta a teoria, estrutura e técnicas clínicas da TIP, em conjunto com a base científica que dá suporte à mesma. É direcionado a terapeutas com experiência no tratamento e psicoterapia da Depressão. Deve-se notar que este curso teórico não é suficiente para a certificação em TIP, um processo que requer treinamento e supervisão.

A Terapia Interpessoal foi desenvolvida para o atendimento a pacientes com diagnóstico de depressão, sendo posteriormente adaptada para outros tipos de transtorno; neste sentido, a modalidade online de extensão cumpre o papel de aprimoramento dos profissionais de saúde de diferentes regiões brasileiras.

CLIQUE AQUI PARA OBTER MAIORES INFORMAÇÕES